sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Tunísia

Fui lá há uns quinze anos, na primeira viagem que fiz fora da Europa, a um país exótico no Norte de África.



Fiquei maravilhada, apesar do cansaço das horas de autocarro em estradas más debaixo dum calor tórrido ( que não sentíamos , a não ser quando saíamos), percorrendo o país de lés-a-lés. Um país, que nessa altura, era seguro, onde nos sentíamos bem, em grupo e também, quando ousávamos isolar-nos um pouco da multidão.

Um país que me ficou na memória. Pessoas simpáticas crianças alegres, aparentemente felizes com pouco, sempre na mira duma moedinha a mais, que escorresse dos nossos bolsos...
Lembro-me quão feliz fui naqueles dias, em que cada amanhecer se nos revelava diferente - fossem 4 ou 5 horas da manhã - e repleto de surpresas, paisagens, coliseus e até miragens no meio do deserto, lagos de sal, camelos e beduínos, imagens que fotografei com uma máquina das antigas. As fotos estão todas num album e só digitalizei umas tantas por gostar mesmo delas.


No meio da confusão que é o folder de imagens que foram recuperadas no meu laptop antigo, encontrei uma - esta que aqui vêem-  e fiquei rendida.

Foi isto que eu vi em tamanho gigante naquela manhã quentíssima em que resolvemos fazer um tour de jeep pelos oásis de Touzeur. Sentámo-nos atrás de todos - eu e o meu ex- de modo que os saltos eram semelhantes aos duma montanha russa da feira popular. mas éramos jovens (!) e divertidos.
Quando saímos do jeep, o calor era sufocante, mas havia pequenas cataratas de água onde se podia molhar os pés. Tenho uma foto a fazê-lo e a minha cara diz tudo.

Gostava de lá voltar...e de conversar com aquele miudinho, que sorriu de orelha a orelha quando , em francês,  eu lhe disse que adorava futebol; foi ao lado detrás da tenda e ofereceu-me meio amachucado um poster da equipa dele, um troféu que ainda hoje tenho guardado.

7 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também sou muito de voltar aos sítios de que gosto, o que às vezes é estúpido por me impedir de conhecer outros novos. Mas, mesmo quando se viaja para os mesmos lugares, cada viagem deixa em nós impressões e memórias "imborrables" (hoje estou muito espanhola! :)
      E a fotografia permite eternizá-las. Nessa, sua, sente-se o calor sufocante...
      Bom fim de semana!
      Beijinho
      Isabel

      P.S. - Removi o comentário anterior porque vi nele, depois de publicado, uma gralha tipográfica. E já não suporto estar a emendar gralhas. Mas o comentário era igualzinho :)

      Eliminar
    2. Tenho vários albuns de viagens que fiz nos anos 90 a países exóticos. Até fui a Petra na Jordânia e a Jerusalém, assim como ao Egito. Ainda me falta ir à India e não perdi a esperança. Na América do Sul só conheço o Brasil. Aos EU é que fui 4 vezes e sempre gostei, pois tinha o meu filho para me conduzir a todo o lado:))

      Gostava de digitalizar as fotos para um CD, mas isso nunca vai acontecer....é demasiado trabalho e o tempo é pouco. Quem disse que os reformados Têm todo o tempo do mundo???

      Bjo

      Eliminar
  2. Anteontem tentei deixar um comentário na tua última mensagem mas não consegui(tenho um novo computador com programas mais atuais e ainda não estou completamente à vontade). Mas incluo-o no de hoje. És uma excelente fotógrafa. Parabéns
    Bjs
    Regina

    ResponderEliminar
  3. O teu comentário faz-me pensar nas fotos todas que se perderam, nem quero pensar nisso. Felizmente, tenho saúde para fotografar mais.

    Bom fim de semana sem trabalho:))

    Bjo

    ResponderEliminar
  4. Não conheço a Tunísia e tenho muita pena de não ter ido ao Egipto (quando era seguro na ditadura, esta é uma verdade, pois agora é só violações, enfim), mas não me posso queixar, conheço muito Mundo. A foto é sua...? Muito boa!

    Beijos,

    ResponderEliminar
  5. A Tunísia encerra tudo num país relativamente pequeno. É um espanto. Em tempos li uma reportagem do MSTavares de que não sou admiradora especial, confesso, que descrevia esta paisagem e os locais mais carismáticos dum modo excepcional. Penso que vem no seu livro SUL.

    O Egipto é de ir e chorar por mais...um consolo para os nossos olhos de europeus blasés, que gostam dos Alpes e das casinhas de chocolate. Adorei...e iria mais se não fossem as guerras aos turistas e civis.

    Também fui à Turquia, outro país que vale a pena. A Capadócia, onde tirei mais de 50 fotos, é indescritível e Istambul um mundo aliciante.

    Israel só vale a pena por Jerusalém, que é ímpar e existe no nosso imaginário desde que somos baptizados ;-)

    Um dia digitalizarei as fotos desses locais....quando me reformar da reforma!!!

    A foto é minha, claro....e tenho mais em albuns! Até fotografei miragens!

    Bjo

    ResponderEliminar